Estádio de Júlio de Castilhos - Palco do esporte na saudade dos castilhenses

Campo está recebendo reposição de terra em alguns pontos

Estádio de Júlio de Castilhos - Palco do esporte na saudade dos castilhenses
Foto: O Centro Sul/Divulgação

O único estádio de Júlio de Castilhos vive momentos um tanto solitário, se não fosse os funcionários municipais trabalhando e algumas pessoas realizando suas caminhadas. 

 

Certamente muitos atletas, ex-atletas, torcedores e desportistas em geral guardam  bons momentos vividos nesse “palco de esportes”.

 

Na quinta-feira, 28, Servidores municipais trabalhavam na colocação de terra em partes do gramado, preparando-o para quem sabe ser jogado algum campeonato ainda em 2020. Creio, que para isso acontecer não depende apenas de protocolos, nem na redução do avanço da Pandemia, mas quem sabe na descoberta da cura para o Covid-19, pois os números em nosso país são alarmantes, até o momento.

 

Nas Ruas, em torno do Estádio Municipal Miguel Waihrich Filho, poucos veículos circulavam na primeira hora da tarde, se comparado com dias normais.

Na expressão das pessoas, um certo desânimo pôde ser notado, pois o desconhecido Coronavírus ainda é um desafio para as pesquisas e pelo que sei, até o momento não há um antiviral anunciado oficialmente. Certamente, assim que alguém descobrir a medição, se Deus quiser em breve acontecerá,  a “Carruagem” da vida voltará a andar, não sei se normalmente, pois a lição que o mundo está recebendo é de se repensar em muitos conceitos.

 

A hora é de dar as mãos, deixar o ego de lado, agradecer e preservar a saúde, para em breve voltarmos a comemorar muitos gols no “Jogo da Vida”.

 

Texto: Caio Portela/Colunista