Confira como aderir ao Projeto de Controle Humanitário da População de Cães e Gatos em Júlio de Castilhos

O primeiro passo é realizar a inscrição na Secretaria da Agricultura Turismo e Meio Ambiente

Confira como aderir ao Projeto de Controle Humanitário da População de Cães e Gatos em Júlio de Castilhos
Foto: Nilva/Site O Centro Sul

A população de Júlio de Castilhos seguidamente tem entrado em contato com o Site O Centro Sul para informar sobre o grande número de cães e gatos soltos pela cidade, um risco para segurança, pois muitos animais chegam a atacar algumas pessoas quando passam por determinadas regiões, além de colocar em risco a saúde da população.

 

Eles estão soltos pelas Praças, Ruas e Avenidas e apesar do trabalho de voluntários e da própria Ong São Francisco, parece que a cada dia aumenta mais a população desses animais, em especial no período de cio das fêmeas.

 

No Município, existe um projeto que oferece castração de animais (Projeto de Controle Humanitário da População de Cães e Gatos), então, nossa reportagem entrou em contato com a Secretaria de Agricultura, Turismo e Meio Ambiente, para saber quais os critérios para a comunidade aderir ao Projeto e como proceder no pré e pós operatório. Confira algumas recomendações repassadas por Gustavo Alves Pinto / Med. Veterinário da Secretaria da Agricultura Turismo e Meio Ambiente

 

1. Realizar inscrição junto a Secretaria da Agricultura Turismo e Meio Ambiente;

 2. Critérios:

- Família inclusa em Programas Sociais, comprovado através do Cadastro Único (folha resumo cadastro único – V7), a exemplo de Programa Bolsa Família, Programa Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI, Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais, Carteira do Idoso, Aposentadoria para pessoa de baixa renda Programa Brasil Carinhoso, Programa de Cisternas, Telefone Popular, Carta Social, Pro Jovem Adolescente, Tarifa Social de Energia Elétrica;

- Renda familiar de até 1/2 (meio) salário mínimo por membro familiar ou até 3 (três) salários mínimos mensais de renda total da família;

- Albergadores de animais da rua.

3. Será marcada a cirurgia com data e horário para procedimento.

4. A medicação pós operatório fica a cargo do proprietário (Antibiótico e antinflamatório).

5. Os cuidados pós operatórios nos primeiros 7 (sete) dias evitar movimentação bruscas para não romper a sutura.

 

Confira o que diz parte do projeto:

Introdução

A alta taxa reprodutiva de cães e gatos contribui para que haja um descontrole no tamanho populacional destes animais em nosso município, tanto nas residências da população, principalmente em sua parcela socialmente mais vulnerável, como nas vias públicas. Devido ao constante aumento desta população, os acidentes relacionados a estes animais, como, atropelamentos, mordeduras e zoonoses, vêm aumentando consequentemente. A Secretaria da Agricultura Turismo e Meio Ambiente, visando diminuir esta problemática, tem como objetivo, através do presente projeto, promover o controle populacional de cães e gatos em situação de abandono, vítimas de maus tratos e animais de ONGs, bem como pertencentes a famílias beneficiadas por políticas públicas socioeconômicas ou enquadradas como de “Baixa Renda”, através da esterilização e microchipagem de cães e gatos, proporcionando um maior bem-estar a estes animais, e à população em geral.

 

Objetivo geral:

Implantar o Projeto de Controle Populacional de Cães e Gatos no Município de Júlio de Castilhos-RS, para que se reduza a proliferação da população de cães e gatos errantes ou semierrantes e regulamente a posse responsável de animais.

 

Objetivos específicos:

1. Implantar a Campanha Municipal de Controle Populacional de Cães e

Gatos no Município de Júlio de Castilhos-RS.

2. Propor regulamentação que estabeleça normas para a posse responsável de animais domésticos e/ou domesticados em nosso Município.

3. Promover a realização de ações de caráter educativas, que promovam os cuidados com estes animais e contribuam no controle futuro desta população.

Fica instituída no Município de Júlio de Castilhos-RS a Campanha de Controle Populacional de Cães e Gatos.

 

A Campanha é realizada pelas Secretarias Municipais de Agricultura e Meio Ambiente e de Saúde em parceria com as clínicas locais.

 

O Site O Centro Sul realizou uma pesquisa para informar sobre os sintomas do primeiro cio de uma cadela:

Produz-se a ovulação e o objetivo da cadela é reproduzir-se, por isso estará receptiva perante qualquer macho que a queira montar.

Demonstra um maior interesse pelos cães machos nos seus passeios.

O comportamento muda e a cadela mostra-se mais carinhos e brincalhona, pode reclamar de diversas formas uma maior atenção por parte da sua família humana.

A vulva da cadela inflama-se e ganha uma cor mais escura, geralmente este sintoma vem acompanhado de um lambido insistente nesta região.

A cadela pode perder parte do seu apetite e comer muito menos durante o cio.

É normal que se produzam pequenas perdas de sangue vaginais.

 

 

Créditos: Site O Centro Sul